Publicado por: astromundoacs | abril 4, 2013

ÁRIES, ONDE TUDO COMEÇA

ÁRIES, ONDE TUDO COMEÇA

                                                                                 Antonio Carlos Scavone

Áries, o Carneiro, é o primeiro signo do zodíaco. Sua questão básica é a autoafirmação. Se obser­varmos o carneiro, animal que dá nome ao signo, ve­remos que ele é um líder e que sua liderança foi conquistada em feroz batalha. O carneiro-líder corre sempre à frente do rebanho, abrindo os caminhos, fazendo novas trilhas, iniciando as jornadas.

O signo de Aries marca o começo do ano astrológi­co. Entendendo o Zodíaco como uma grande história humana, nascemos em Aries (e renascemos to­dos os anos) que ê o come­ço de tudo, que nos dá o im­pulso inicial para prosseguirmos o caminho que cada um escolheu. Áries per­tence ao elemento fogo e sua frase-chave é: “Eu sou”. Por isso, Áries é o momento propicio para co­meçar qualquer coisa, des­de as atividades esportivas até a nova firma ou o novo relacionamento. Todas as coisas que são iniciadas neste signo — se tiverem base sólida — podem cres­cer e durar muito tempo, porque entram em harmo­nia com o grande relógio cósmico. Tal qual a semen­te, que em Áries é lançada na terra, e que recebe de ca­da um dos signos seguintes aquilo que precisa para se solidificar, crescer e se re­produzir.

O REGENTE MARTE.  No Mundo Antigo, Marte era um planeta associado com a guerra, e por isso a divindade que levava seu nome era considerada o Deus da Guerra. Sua ener­gia básica era masculina, ardente, ativa, energética e sem medo. Note-se que o planeta é vermelho porque rico em ferro, o metal asso­ciado a este signo. A forma da energia que se manifesta em ação pode não atingir nada por si mesma, sozinha. Por isso deve ser guiada pelo Amor ou a Sabedoria, ou por am­bos, antes que possa trazer algo à perfeição. Forte era sua tendência de entrar numa batalha, sem examinar a justiça ou a origem da luta, e fre­quentemente lutava no lado errado. Cego na sua ira, investiu contra Pallas Athenéia, símbolo da justi­ça, e perdeu. Em seu traje­to seguia a Honra e a Cora­gem, o Horror e o Medo e finalmente, depois do con­flito, a Paz e a Segurança.Era definido como a Fonte da divisão e do movi­mento, separando as con­trariedades do Universo. Por isso precisa sempre de Vênus, para que possa colo­car ordem e harmonia nas coisas contrárias e discor­dantes. Toda vez que se co­locar em seu extremo, precisa­rá de Venus pa­ra equilibrar seu outro la­do.

O TIPO FISICO. A forma física que me­lhor expressa o tipo ariano, é ativa, energética e mus­culosa, de olhar firme e de­cidido, de comportamento vivaz e hábitos impetuosos. O tipo masculino, geral­mente, possui uma testa ampla muitas vezes se tor­na careca bem cedo — tem o nariz pequeno e o maxilar bem marcado. Seus movi­mentos são rápidos e preci­sos e sua personalidade é intensamente viva. Os ti­pos atléticos ingleses e os soldados prussianos per­tencem a este tipo. Estes dois países foram fundados sob a influência de Marte. Normalmente, tanto o homem quanto a mulher de Áries têm os ombros largos e costumam andar com o corpo inclinado para a frente, como se estivessem abrindo caminho com a ca­beça. Sua estrutura óssea é forte e raramente se cur­vam. Sua postura reflete sua autodeterminação e confiança. A franqueza e a sinceri­dade são suas marcas re­gistradas. Porém, não es­pere deles sutileza, tato ou humildade, porque costu­mam agir com determina­ção, impetuosidade e ne­nhuma paciência.

A SAÚDE. A saúde física e a ener­gia do ariano é magnífica, mas o grande excesso de vitalidade é um perigo e não raro gera doenças vin­das do excesso de trabalho. A teimosa tendência de le­var um empreendimento através de circunstâncias totalmente adversas ou num tempo indesejável é naturalmente sensível a frequentes desapontamen­tos, o que resulta em irrita­ção, raiva e impaciência, algumas vezes induzindo a severas dores de cabeça, seguidas de nevralgias, o que pode ser precursora de gastrites. Em geral há uma sensibilidade muito grande em relação aos ór­gãos da cabeça, como olhos e ouvidos. Em alguns tipos, o entusiasmo ideológico ou religioso pode levar ao fa­natismo ou obstinação: uma forma de doença mui­to difícil de combater e, muitas vezes, perigosa.O grande remédio do ti­po ariano é um constante autocontrole, o cultivo da paciência, da tranquilida­de, gentileza e humildade. Fé nos outros, sejam supe­riores ou iguais, pode tam­bém ser recomendada. Às vezes, uma sangria (à mo­da antiga) se faz necessá­ria. Mas o me­lhor mesmo, é regular a circulação pelo pensamento correto e pelo cultivo da força moral e de todas as verdadeiras qualidades viris. Se a im­paciência, o temperamento infantil e a irritabilidade estiverem sob controle, as dores de cabeça — geralmente acompanhadas de um incômodo acúmulo de sangue no cérebro — desaparecerão rapidamen­te. Exercícios diários vigo­rosos, feitos ao ar livre, fa­zem muito bem a estas pes­soas. A abstinência do ál­cool e qualquer outra droga, é fundamental, porque sua natureza energética é, por si mesma, de difícil contro­le, e sob o efeito das drogas se tornaria imprevisível em suas reações.

NO AMOR E NA AMIZADE. As amizades entusiásti­cas ocupam um grande es­paço na vida emocional dos arianos. A mesma impe­tuosidade e ardor é coloca­da em seus casos amoro­sos. Se você está em busca dé emoção e aventura este é o parceiro certo. Capaz de envolver e viver gran­des paixões, com muita energia criativa para que nenhum dia seja igual ao outro. Os arianos são incapazes de fazer as coisas pela metade. Eles se entre­gam inteiros ao ardente in­teresse do momento. Esta característica pode acabar machucando a outra parte envolvida, porque — cessa­do o encanto — ele partirá em busca de uma nova companhia que desperte, novamente, seu interesse e com quem possa viver uma nova e ardente grande pai­xão. Claro, que eles não pas­sam a vida toda agindo desta maneira impetuosa, romântica e infantil. Po­rém sua necessidade de ro­mance é tão forte que ele é capaz de procurar suas ilu­sões noutra fonte, se você não souber conservá-las vi­vas constantemente. Isto não significa que eles se­jam incapazes de manter relações constantes e fiéis. É apenas um alerta para que você não deixe a rela­ção se tornar monótona e sem desafios. Dessa forma eles encontrarão a situação romanesca que buscam e poderão ser (e tornar você também) “felizes para sempre”.

O TIPO PRIMITIVO. Esse ariano precisa sempre estar fazendo alguma coisa e necessita aprender a focar suas energias, naquilo que faz, com maior cautela, sem a teimosia em levar adiante o que, muitas vezes, não chega ao suces­so. Como quer ver o re­sultado imediato de suas realizações, esse tipo perde mui­tas e boas oportunidades, por falta de paciência. Ao tentar fazer os aconteci­mentos caminharem se­gundo o que planejou, põe de lado cada obstácu­lo que o desafia, sem avaliar os meios que empre­gou e os resultados se tornam desastrosos. Neste primeiro estágio, a esperança típica de um futuro melhor, transforma-se em rebeldia contra as li­mitações do presente. E uma fonte constante de problemas é o seu intenso desejo de dominar e se sen­tir superior aos outros.

O TIPO EVOLUÍDO. É o capitão, o líder, o pioneiro. Simpatiza com as novas idéias e assimila-as rapidamen­te, desde que levem a al­gum tipo de progresso: in­telectual, artístico ou práti­co. Ele prefere as batalhas, os desafios no campo men­tal, diferente do tipo primi­tivo, que prefere a luta cor­poral. Empreendimento e ar­dor são as características desse tipo. Sua expressão depende do seu estágio evo­lutivo. Muitos arianos mos­tram especial interesse por trabalhos que lhes dêem oportunidades para exer­cerem sua liderança e onde possam demonstrar sua grande capacidade de ven­cer os obstáculos em qual­quer área. Esperança e entusias­mo são suas característi­cas constantes. Sua capacidade de superar e aprimo­rar os próprios erros, ajuda-os a superar períodos de stress e ansiedade, que se­riam considerados intrans­poníveis por outras pes­soas. Outros e diferentes tipos humanos podem ser exce­lentes no planejamento, or­ganização e execução, po­rém sem o impulso eficien­te dos arianos — que lan­çam a primeira semente de todos os projetos, muitos desses planos, jamais se torna­riam concretos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: