Publicado por: astromundoacs | fevereiro 9, 2015

2015: O PLANETA

2015

O PLANETA

                                                                            Antônio Carlos Scavone

imagem Terra

No nível do planeta, os desdobramentos da crise financeira iniciada em 2008, são ainda evidentes. A recuperação americana se consolidou e atingiu um patamar bem melhor, e a Zona do Euro, mergulhada num ritmo de crescimento muito baixo, ganhou uma injeção trilhonária em sua economia. A vitória da esquerda radical na Grécia assustou os mercados europeus que temem um calote. Mas mais para o fim do ano, em outubro, a harmonia de Júpiter com Plutão, em signos de terra, trará oportunidades de reestruturação e regeneração econômicas.

Até julho, a necessidade de assumir novos valores, sejam éticos, morais ou religiosos serão crescentes, no planeta e influenciarão o comportamento das pessoas. A religião, a ciência, a filosofia, o direito, e a espiritualidade tendem a dialogar como nunca. De onde, novas descobertas e novas possibilidades de ações integradas poderão surgir.

O corrente ano é regido por Marte. Ele favorece novas e audaciosas ações e a implantação de novos projetos, embora a impaciência e o impulso, para que sejam implantados, podem por tudo a perder. Há uma tendência para mais conflitos e até mesmo guerras. Marte gosta da batalha e sempre a acaba atraindo. É um exagero dizer que o conflito da Ucrânia está gerando uma nova Guerra Fria, mas sem dúvida, as ambições expansionistas da Rússia incomodam e mobilizam as grandes potências, além do embargo econômico.

Apesar dos países desenvolvidos e dos Estados Unidos tentarem se distanciar dos conflitos tribais do Oriente Médio, o saldo foi negativo: uma multidão de refugiados desalojados, pressionando seus países vizinhos, e o crescimento do terrorismo. A organização terrorista Estado Islâmico ganhou grande visibilidade com suas execuções na Internet. Neste ano haverá uma radicalização implacável do “olho por olho, dente por dente”de ambos os lados.

Sobre a pergunta até aonde o Capitalismo encontra-se disposto a mudar para manter a sua hegemonia? Tivemos no ano anterior uma surpreendente resposta: a divisão de 1% (mais ricos) x 99% (mais pobres) acentuou-se, no decorrer do ano anterior, concentrando-se, mais ainda, a favor dos ricos. Os quatrocentos anos que nos separam da Era de Aquário, precisarão de muitas mudanças econômicas para chegarmos a uma sociedade compatível com essa nova Era. Onde um maior equilíbrio da riqueza será a tônica.

A Onda Urano-Plutão que se estenderá até 2020, continuará sublinhando uma rebeldia do indivíduo perante o status quo, seja qual ele for. Ela tende a contaminar um número crescente de pessoas, mas sempre nasce de uma fonte mais oculta, das próprias entranhas do inconsciente pessoal ou coletivo. Ela é forte inspiradora do despertar da consciência social do planeta como um todo. Por isso, os movimentos sociais,  continuarão, ainda, fervilhando no planeta inteiro, nesse ano. Mas acrescidos de uma forte dose de utopia.

A conjunção Júpiter-Saturno em Touro, cujo ciclo se estende até 2019, continuará nos induzindo a uma busca de equilíbrio entre o virtual e o real, e ao tamanho das nossas utopias. E o momento facilita a integração da Ecologia e da preservação da natureza, com a tecnologia e a informática.

A tendência que temos assistido de temperaturas extremadas, conturbações geológicas e fenômenos naturais muito intensos, será amplificada nesse ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: