Publicado por: astromundoacs | janeiro 20, 2014

AQUÁRIO E OS SEUS DESAFIOS

AQUÁRIO E OS SEUS DESAFIOS

superhomem

                                                                                                                                                                                                      Antonio Carlos Scavone

Eis um signo estranho Muito tem a ver com o mito do Super-Homem. No seu planeta, esse herói era igual a todos os outros. Na Terra não era, e se tornava então um Super. Todo o aquariano causa em nós algum estranhamento, tem sempre algo de ET, e como tal parece ter vindo de outro planeta. Isso é mais forte, quando este signo está no Ascendente. É um ser que expressa sua individualidade, com tanta originalidade, que abre com antecipação o seu caminho no mundo. Antes, dizia-se que andava cem anos à frente, agora, o equivalente talvez seja dez anos ou cinco, para um ritmo de evo­lução supersônico.

Ao ver um aquariano, com seu olhar vago, expressando algo er­rante e sonhador, lembre- se: ele é um realista, mas visualiza o sonho na forma do amanhã, e quer trazê-lo para o presente.

Sua essência vanguardista se expressa em qualquer campo de ati­vidade a qual se dedique. E paga o preço por romper um padrão instituído, fruto da incompreensão e da imatu­ridade da sociedade em que vive .

Ele precisa aprender que adiantar o futuro e instaurá-lo, não significa criar uma anarquia ou de­sordem no presente. Mas, mais do que isso, conseguir inclusive visualizar o novo e o original naquilo que é considerado velho e ultra­passado. Como ele tem a visão do futuro e o pés presos no aqui e agora, é capaz de fazer uma ponte entre o hoje e o amanhã, pelo menos a nível mental ou ideal. Através do racio­cínio intuitivo pode juntar ou combinar elementos di­ferentes.

Outro dos grandes de­safios do Aquariano é a for­ma usada para expressar sua individualidade peran­te o grupo, através das relações de dependência que cria com quem está a sua volta. É impossível para ele conseguir realizar o que deseja, sozinho. Se o signo de Leão estiver forte no seu mapa, sobretudo através da Lua, seu senso de segurança, a tendência natural deste aquariano é procurar associações com aqueles de ní­vel abaixo do seu, porque o lado leonino precisará rei­nar. É fácil perceber o resultado desastroso dis­so, pois o uso do seu intelecto e von­tade depende do circulo em que atuar. Ativado pelo orgulho in­telectual, não conseguirá interagir produtivamente com o meio. Só estará aberto para associações que não ameaçem o seu senti­do de segurança indivi­dual e seu reinado pessoal. Assim, muito dos seus talentos serão perdidos, seus dons não serão desenvolvi­dos, e poderá tornar-se al­guém abaixo da média, pelo medo de assumir a verda­deira posição que lhe cabe.

Outro desafio é o li­dar com a questão da origi­nalidade. Na ânsia de ser diferente, a rebeldia torna-se um empecilho. Sobretudo quando se ex­pressa de maneira adoles­cente, sem compreender, que ser do contra, sistematicamente, não leva a nenhum caminho e em nada o ajuda. Ela o afasta de toda a possibilidade cooperativa e o impede de atuar, dentro do grupo, com a força que poderia, porque ele mesmo fecha o caminho. Cabe ao Aquá­rio saber cooperar, man­tendo sua individualidade preservada. O importante é aprender a usar a originali­dade como um meio de re­gar os novos caminhos. Ela traz em si, sempre, o ger­me do horizonte novo, com o saber da fonte. E é claro, isso acaba implicando em mudanças, que geram transformações. Mas, este é um signo fixo e para ele não é fácil mudar. Pode teimar numa direção e insistir nela até o fim. Não raro, após ter sido vanguarda, pode ali se fixar e ficar pre­so naquela idéia, mesmo com o passar dos anos e décadas. As­sim, quanto mais conse­guir se libertar da tendên­cia de ser o ‘“contramão”, mais desembaraçadamen­te pode usar o seu potencial criativo.

Sendo um signo de ar, e dentre eles, o mais preocupado com o grupo, um dos seus maiores desa­fios é colocar as idéias, es­peranças e anseios, no ní­vel prático. Para tanto, é mister um equilíbrio entre o que pode e o que gostaria de fazer. Torna-se fundamental buscar o seu próprio equilíbrio, em rela­ção ao pensamento domi­nante do grupo. Porque, ou o aquariano vai contra esse pensamento, ou se torna disperso demais nele. O ponto ideal a ser alcançado é saber cooperar por obje­tivos maiores do que a me­ra individualidade gosta­ria, mas mantendo-a intac­ta para seguir seu rumo. Quando consegue, o aqua­riano torna-se o inventor, que encontra aquilo que a sociedade, num dado mo­mento histórico precisa. Não se perde na dispersão intelectual e na prolixida­de. Encontra a síntese na diversificação e atinge a realização dos seus ideais.

Sem dúvida, porém, o grande desafio do aquaria­no diz respeito à sua rela­ção amorosa. Facilmente, usando a excentricidade, a arrogância, ele se afasta e afasta o outro. Ninguém sabe “gelar” tão bem co­mo um aquariano típico. Com isso detona no ou­tro um forte sentimento de rejeição. O medo do vincu­lo, do compromisso emo­cional evitam uma entrega maior e se traduzem em atitudes pouco calorosas. Cabe ao aquariano apren­der com o Leão o calor do coração, ligar-se à tribo ou ao grupo, não só pelas ideias, mas mais pela força da paixão e do amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: