Publicado por: astromundoacs | agosto 24, 2012

O RELACIONAMENTO ENTRE OS SIGNOS

O RELACIONAMENTO ENTRE OS SIGNOS ?

Antônio Carlos Scavone

Quando nos interessamos por alguém, visando um relacionamento afetivo, sempre fazemos a clássica pergunta, do ponto de vista astrológico: “Será que o meu signo combina com o signo dele (ou dela)?” Imaginamos que alguns signos combinam, e outros não. E isso não deixa de ser verdadeiro. Mas, a resposta não é tão simples, ela depende do nosso perfil astrológico, expresso no Mapa Astral. Ele nos mostra que não somos apenas um signo, mas um conjunto de signos. Uma verdadeira alquimia. E é ela que nos atrai e que se sentirá atraída, antes que a relação comece. E não um único signo. “O meu signo combina com o seu?”, apenas indaga se o seu signo do sol é compativel com o meu signo do sol. Assim, nos escapam os outros pontos importantes. E por isso nos surpreendemos ao observar que gostamos de uma pessoa de um signo e detestamos outra do mesmo signo. Num encontro, entre duas pessoas, o primeiro, mais imediato e mais forte ponto magnético de atração é a relação entre os signos ascendente e descendente. O ascendente é o signo que subia no horizonte, quando nascíamos, e diz muito sobre a visão que os outros têm de nós. O descendente é o signo oposto complementar que descia no horizonte, nessa hora, e revela nossa visão do outro e o que dele esperamos. Por isso, nos sentimos atraídos pelo signo oposto ao do nosso ascendente. E terminamos por atrair pessoas de ascendente igual ao nosso descendente. Exemplo, se você é ascendente áries sentirá forte atração pelo ascendente libra (signo de seu descendente). Temos doze signos, e eles formam seis polaridades magnéticas que, em síntese, funcionam assim: Asc. Aries — Desc. Libra: você transmite autoconfiança, determinação e afirmatividade (áries) e busca alguém que mostre como desenvolver sua capacidade de cooperação objetiva (libra). A pessoa de ascendente libra, por sua vez, quer aprender com você, as qualidades de iniciativa e ousadia e a capacidade de lutar por seus ideais. Asc. Touro – Desc. Escorpião: você transmite uma percepção muito concreta que se expressa pelos cinco sentidos (touro) e busca alguém que abra as portas de sua percepção para um mundo mais sutil e inconsciente (escorpião). A pessoa de ascendente escorpião, por sua vez, quer aprender com você, a expressão concreta de suas emoções mais intensas e profundas. Asc. Gêmeos – Desc. Sagitário: você transmite um grande facilidade comunicativa, e um modo muito prático, e às vezes simplista, de ver o mundo (gêmeos) e busca alguém que possa ampliar sua visão para além da vida trivial e cotidiana (sagitário). A pessoa de ascendente sagitário, por sua vez, é atraída por sua clara comunicação, mesmo nos assuntos mais complexos. Asc. Câncer – Desc. Capricórnio: você transmite sua emotividade, à flor da pele, mostra-se sensível e influenciável (câncer) e busca alguém que ensine mais estrutura, autodisciplina e solidez (capricórnio). A pessoa de ascendente capricórnio, por sua vez, aprenderá com você a importância do calor humano, do ninho familiar e a segurança emocional que trazem consigo. Asc. Leão — Desc.Aquário: você transmite seu poder criativo e originalidade com estilo e dramaticidade, conduzido por seu individualismo (leão) e busca alguém que o ajude a colocar sua criatividade a serviço da humanidade (aquário). A pessoa de ascendente aquário, por sua vez, quer aprender com você a expressar seus dons antes de oferecê-los à sociedade. Asc. Virgem – Desc. Peixes: você transmite, ao agir, as exigências do dever, da pureza e da perfeição, e nelas se enreda (virgem) e busca alguém que mostre amor, compaixão, e empatia humana e uma visão unitária de vida (peixes). A pessoa de ascendente peixes, por sua vez, aprenderá com você a forma concreta e objetiva de amar ao outro e a humanidade, no dia a dia. Os outros signos citados expressam-se também em outras duas polaridades que vão condicionar e dar direção às nossas buscas afetivas: O signo de marte (nossa afirmação pessoal) e o signo de vênus (nossa forma de dar e receber afeto e aceitar o outro). Marte simboliza o eu; vênus, o outro. Culturalmente, o homem e a mulher. O signo do sol (nossa essência e vontade) e o signo da lua (nossa forma de sentir e estar bem no mundo). O sol simboliza o dia (yang); a lua, a noite (yin). Culturalmente, o patriarca e a matriarca. Uma forma sintética de visualizarmos os signos é através dos quatro elementos, podemos dizer, de uma forma geral, que os signos de fogo (áries, leão, sagitário) são movidos pela paixão e combinam com os signos de ar (gêmeos, libra, aquário), movidos pelo intelecto e a sociabilidade. Os signos de terra (touro, virgem, capricórnio) são motivados pela realização e a praticidade e combinam com os signos de água (câncer, escorpião e peixes) motivados pela emoção e pelo sonho. É comum uma pessoa de terra procurar, na sua paixão por uma de ar (incompatível) uma possibilidade de vôo; ou por uma de fogo (incompatível) aspirações e inspirações maiores do que as de sua vida cotidiana. Ou uma pessoa de fogo buscar em outra de água diluir seu individualismo; ou através de uma de terra, aterrisar seus ideais tão elevados. Ora, essas polaridades nos mostram a existência de um princípio básico, em nosso relacionamento amoroso: sentimos uma forte atração por quem se opõe e ao mesmo tempo nos complementa. E inconscientemente tentaremos chegar a uma harmonia com essa pessoa. Por outro lado, se entendermos que para alguém combinar conosco, precisa ser feito a nossa imagem e semelhança, estamos apenas amando a nós mesmos. A relação implica em crescimento e esse não existe, sem uma parcela de dor ou de renúncia de nossa parte. E preciso um esforço comum, para que cada um encontre um lugar na relação, a fim de expressar suas necessidades e desejos, da forma mais confortável possível. Mas por enquanto estamos apenas no namoro. O teste de maior desafio é quando encontramos o signo da lua do outro, ao morarmos junto numa convivência mais intensa. Esse é um lado mais oculto do ser humano que vai se revelando aos poucos. Mas não desanime, afinal os grandes amores se originam de profundas contradições.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: